sábado, outubro 11, 2008

De Hilda Hilst & Zeca Baleiro, na voz de Angela Ro Ro, "Ode Descontínua e Remota, para Flauta e Oboé, de Ariana para Dionísio, Canção V".


Link para download do poema no canal do Poemblog no Divshare:
http://www.divshare.com/download/5366556-672

Canção V

Quando Beatriz e Caiana te perguntarem, Dionísio,
Se me amas, podes dizer que não. Pouco me importa
Ser nada a tua volta, sombra, coisa esgarçada
No entendimento de tua mãe e irmã. A mim me importa,
Dionísio, o que dizes deitado, ao meu ouvido
E o que tu dizes nem pode ser cantado
Porque é palavra de luta e despudor.
E no meu verso se faria injúria
E no meu quarto se faz verbo de amor.

Hilda Hilst
(1930-2004)

Mais sobre Hilda Hilst em
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hilda_Hilst

Um comentário:

Meg Macedo disse...

Pequenas doses de poesia e ainda
ao som de uma voz de anjo, eis o
motivo de se viver num mundo ao vivemos. Adorei esse blog, espero
que visitem o meu também:
www.diarioalicewbrasil.blogspot.com


Beijos!!!