domingo, abril 01, 2012

Fernando Pessoa ama tudo o que foi e tudo o que já não é. E diz que hoje já é outro dia.


Eu amo tudo

Eu amo tudo o que foi,
Tudo o que já não é,
A dor que já me não dói,
A antiga e errônea fé,
O ontem que dor deixou,
O que deixou alegria
Só porque foi, e voou
E hoje já é outro dia.

Fernando Pessoa
(1888-1935)

Mais sobre Fernando Pessoa em
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fernando_Pessoa

Um comentário:

☼Johanne Sollis ♫ ☼ disse...

bjokão sincronia perfeita foi Deus que fez você me enviar esta poesia.
smack.