domingo, março 06, 2011

Leminski vai abrir a porta. Ele quer ver se a noite vai bem.



Umas noites que andam fazendo

deixa eu abrir a porta
quero ver se a noite vai bem

quem sabe a lua lua
ou nos sonhos crianças
sombras murmuram amém

deixa ver quem some antes
a nuvem a estrela ou ninguém


Paulo Leminski
(1944-1989)

Mais sobre Paulo Leminski em
http://pt.wikipedia.org/wiki/Paulo_Leminski

2 comentários:

Sammis Reachers disse...

Leminski é sempre influência... uma lufada de ar fresco em ambientes por vezes empedernidos, como tem sido nossa poesia ultimamente (nos últimos quantos anos?).

José, obrigado por nos brindar com vária e forte poesia, com tão doce constância!

Sammis

http://opoemasemfim.blogspot.com

nagaiver disse...

Adoro o Leminski, obrigado por me lembrar do poema.